SEO: Como chegar ao topo do ranking no Google


Antes de começar a ler esse texto sobre SEO e elaborar uma boa estratégia, você precisa entender como o Google funciona: as buscas nesse mecanismo estão divididas entre resultados pagos e orgânicos. Os sites que estão nas primeiras posições orgânicas são escolhidos pelos robôs do Google de acordo com a relevância do conteúdo, sempre focando na qualidade de navegação do usuário.

Assim, SEO (Otimização para Mecanismos de Busca, em tradução do inglês) são conjuntos de técnicas para otimizar sites, blogs e páginas na web. O resultado de uma boa estratégia é um bom posicionamento nos rankings, gerando tráfego e autoridade para o seu site/blog.

Abaixo, selecionamos os principais fatores on page para destacar um endereço na internet. Isto é, são características que podem ser trabalhadas no próprio site para que os mecanismos de busca percebam seu conteúdo como algo relevante:


Qualidade do conteúdo

A qualidade do conteúdo é fator primordial para melhorar o rankeamento. Tome cuidado: o algoritmo do Google procura identificar conteúdos de baixa qualidade para otimizar os resultados para o público, eliminando-os.

Tamanho do conteúdo

A média dos conteúdos que figuram nas primeiras posições é de aproximadamente 2500 palavras, mas isso não é bem uma regra. Depende de como o seu público reage ao tamanho do seu conteúdo: ele está sendo eficiente?

SEO Title

O título que aparece nas páginas do mecanismo de busca têm a função de levar o leitor até o conteúdo. Portanto, é um fator importante tanto para rankeamento quando para garantir uma alta taxa de cliques (CTR) no conteúdo.

Títulos internos

O título interno do seu blog (title tag) deve ser diferente do SEO Title. É aquele que o leitor visualiza quando acessa o conteúdo, então deve despertar curiosidade, apresentar o benefício da leitura e fazer uma promessa (que deve ser cumprida).

URL amigável

O Google identifica o uso das palavras-chave do conteúdo também no endereço das páginas, por isso as URLs são um fator direto de rankeamento. Quando mais amigável ela for, mais fácil para os leitores clicarem no seu conteúdo.


Heading Tags

São subtítulos dentro do texto, em que o Google poderá identificar quais temas são abordados no seu conteúdo. Isso facilita para que ele ache mais fácil a página quando surgir um tema que esteja sendo trabalhado ali dentro.

Palavras-chave

Como você já deve ter percebido, as palavras-chave são importantíssimas. Isso porque o Google faz uma análise semântica com foco na intenção do leitor. Assim, se as palavras certas estão no princípio do conteúdo é mais fácil de encontrá-lo.

Tempo de permanência do leitor

Até mesmo isso é levado em consideração: o buscador avalia quanto tempo em média o usuário permanece na página. Se o conteúdo não tiver qualidade, o leitor sai da página e o Google entende que esse texto não agrada ao público.


Otimização de imagens

O Google não enxerga imagens da mesma forma que o usuário. Ele precisa de elementos textuais para entender o que aquela imagem representa, por isso é preciso levar em consideração: o nome do arquivo, o texto alternativo (descrição da imagem) e o tamanho da foto, que interfere diretamente no carregamento da página.

Linkagem interna

Inserir links no texto faz com que o usuário tenha uma experiência completa, podendo acessar a outros conteúdos. Assim, o Google dará maior relevância tanto para a página com linkagem quanto para os endereços linkados.


Design responsivo

Essa é uma novidade ainda para muitos sites: o Google está priorizando páginas mobile friendly ao definir o posicionamento das páginas. Se o site não está otimizado para aparecer bem em smartphones, pode perder posições.

Tempo de carregamento

O público é um pouco impaciente na internet, então ninguém mais quer esperar 3 ou 4 segundos para uma página carregar. O Google leva isso em consideração e o tempo de carregamento é essencial para um bom rankeamento.

Meta Description

Esse é um código que tem como função explicar para o usuário qual o conteúdo abordado na página e, assim, atraí-lo para a leitura. Não interfere diretamente no rankeamento, mas influencia consideravelmente na taxa de cliques.


Botões de compartilhamento

É uma prática fundamental para ter uma página totalmente otimizada. Você, assim como o Google, precisa pensar na experiência do usuário. Botões de compartilhamento visíveis e bem localizados facilitam muito a navegação - e, consequentemente, aumenta a satisfação dos leitores.


É fato: quem busca visibilidade online precisa investir em boas técnicas de SEO. Se alguma de suas dúvidas não foi respondida, vamos marcar um encontro para conversar sobre o seu projeto na internet… Que tal? Pode chamar o Juarez, diretor comercial da WLive!, no WhatsApp: (47) 99133-4606.
SEO: Como chegar ao topo do ranking no Google SEO: Como chegar ao topo do ranking no Google Reviewed by WLive! Marketing Digital on outubro 04, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário